Não Existe Homofobia

10:05


Voltei! Foi uma época difícil (igual a maioria das minhas épocas) e sinceramente ainda está sendo, então não sei quando vou postar de novo, mas espero que seja logo.
Essa época foi tão complicada que tive que descer no meio da aula do curso pra tomar um ar (e não deixar ninguém me ver chorar), porque está realmente muito pesado. A pressão está me fazendo ficar de joelhos.
Enquanto eu estava lá na janela da recepção (ela passou 5 minutos vazia, cuidado, Noctuam) o recepcionista-meu-amigo-ajudante-mestre-do-café-e-de-arranjar-coisas-quando-as-minhas-somem-na-verdade-não-sei-o-que-ele-faz-lá-direito veio falar comigo e ficamos conversando sobre pressão, a faculdade dele e o meu TCC e nisso passou-se 40 minutos e já tínhamos ido pra todo tipo de assunto imaginável e acabamos em diversidade e respeito (um tema do qual eu gosto muito de falar) e um outro cara que trabalha no curso também (empresa pequena, todo mundo faz de tudo não me pergunte a função) veio participar da conversa e contou sobre a homossexualidade dele e filosoficamente (por este fazer filosofia) falou como é que acontece na cabeça das pessoas etc. Até chegar a minha amiga que faz curso comigo me procurando (já devia fazer uma hora e meia que eu estava lá embaixo) e ela acabou participando e me ajudando a dar o lado feminino desse preconceito todo e o professor da aula que eu deveria estar fazendo apareceu e ficou conversando com a gente também (depois de uma bronca) e ele é homossexual e tem a melhor sobrancelha mais bem feita que já vi, além de fazer maquiagem melhor do que eu. E é nessa parte que eu queria chegar, tudo começou com pressão demais em cima de mim e acabou com pressão demais em cima dos homens. A sociedade tem essa coisa de empregar que o homem tem que ser o másculo macho alfa e quando um deles abre mão "dessa honra" de ter nascido "superior à mulher" para ser feminino como ela, começa-se um preconceito.
Se um cara for bombado e com cara de bravo, mas for gay, os "heterossexuais brancos de classe média-alta cristãos europeus" exibem ele por aí para todas as mulheres olha, esse é meu amigo gay e elas respondem nossa, que desperdício e acabou o problema (nenhuma dessas falas faz sentido, bem-vindo à sociedade). Mas se o cara for um pouco mais afeminado, gostar de maquiagem, salto, rosa (chegamos no ponto de humilhar alguém por causa de uma cor) ele tem que sofrer preconceito.
Com a mulher, pode não ficar tão evidente graças à fetichização do sexo lésbico "para homens", mas é tão ruim quanto, até porque é uma pessoa que nasceu para ser refém de um homem, a parte mais baixa da hierarquia, e ela "decide" que vai tentar se igualar à ele e se masculinizar. Lésbicas, ainda mais as que preferem se vestir menos afeminadas, são julgadas abaixo até da mulher.
O incrível disso é que somos todos pessoas, o resto é mero detalhe. Não somos apenas homo, héteros,bis, trans, cis, negros, brancos, asiáticos, americanos, europeus, homens, mulheres. Somos pessoas e isto vale muito mais e significa tantas outras coisas mais importantes do que essas simples características.
Não vamos perder nosso tempo catalogando os outros, vamos conhecer, explorar, descobrir o que temos de diferente e em comum do resto do mundo.

O texto foi pequeno e enrolei muito, mas espero que peguem a mensagem.
Vocês gostam do jeito que escrevo? Pois acabo de perceber que uso muitos parenteses e daqui uns 5 anos é provável que eu ria desse jeito de escrever.
Xoxo

You Might Also Like

8 comentários

  1. Que texto perfeito, linda!!
    É muito complicado isso, tenho pessoas muito queridas na família que sofre muito preconceito por sua opção sexual e as vezes até xingamentos ou abusos na rua...
    Isso tem que acabar pois como você disse: "Não somos apenas homo, héteros,bis, trans, cis, negros, brancos, asiáticos, americanos, europeus, homens, mulheres. Somos pessoas e isto vale muito mais e significa tantas outras coisas mais importantes do que essas simples características."
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do post. Quando as pessoas não veem caráter em um gay e muito menos o companheirismo e amor quando olham um casal.

    ✯ Instagram ✯♮​✯ Blog Eu Sendo Assim ✯✯ Fan Page ✯

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gabi! Tudo bem? Falou tudo, menina! Arrasou! ^^ Adorei o post! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu sou daquela filosofia que cada um que cuide da sua vida. hahahaha as pessoas se incomodam muito umas com as outras, aí é sempre um disse me disse. Pra quê? Esse é sim um assunto que deve se brigar e exigir respeito. Até quando as pessoas vão pensar que isso é besteira? Adorei o texto! Foque mais em assuntos assim, por favor.
    Beeijos

    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito do modo como você escreve, eu também tenho mania de colocar parêntesis com frequência hehe. Sobre o seu post, infelizmente, ainda existem muitas pessoas que julgam os outros por raça, religião e sexualidade, mas acredito que em breve as coisas irão mudar.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  6. Preconceito é um negócio complicado... e não adianta negar, TODO mundo tem um certo preconceito de alguma coisa, de alguém... O que nos cabe é tentar melhorar!
    E sim, eu gosto do jeito que você escreve :)

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Preconceito sempre existiu e sempre vai existir.
    Beijos e boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  8. Que post maravilhoso! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir

Postagens populares

Pinterest

Like us on Facebook

EM BREVE